Pesquisar este blog

Sindicato Evangélico

Quem sou eu

Minha foto
Curitiba, paraná, Brazil
Fundação Missionária do Brasil irmão(ã) você acha mesmo que a igreja atual está fazendo e cumprindo sua missão? nossos irmãos primitivos não exitaram em dar suas vidas para fazer a obra de Deus. essa fundação concentrará recursos para dar suporte as Missões Nacionáis e Internacionais. Também teremos alguns benefícios, para o povo de Deus, como Alimentação, Odontologia Básica, Medicina básica, e assim ampliaremos os benefícios aos irmãos em Cristo. A intenção não será tirar do dízimo ou das ofertas, e sim uma ajuda individual de cada membro da organização e então teremos recursos suficiente para atender os mais necessitados entre os cristãos.http://www.paginalucrativa.com.br/?id=1386

Seguidores

sexta-feira, 27 de maio de 2011

A IMPORTÂNCIA DA PERSEVERANÇA


“Orando em todo tempo com toda oração e súplica no Espírito e vigiando nisso com toda perseverança e súplica por todos os santos” (Efésios 6.18).

A oração tem um papel fundamental na vida daquele que se torna vencedor no Evangelho. Quem ora corretamente descobre que o Altíssimo é com ele, como foi com os outros servos; por isso, torna-se bom exemplo para os não salvos. Por sua vez, a pessoa que não aprende a orar de modo certo, simplesmente, passa pela vida sem obter sucesso. Para ela, a caminhada com o Senhor torna-se pesada, difícil e sem muita expressão, diante tanto dos homens como de Deus. Além disso, o exemplo que ela deixa para os perdidos não é bom, pois não vê nada que lhe agrade na fé cristã. 
Devemos orar sempre, principalmente quando somos dirigidos a isso ou visitados por uma tentação. A oração que prevalece é a da fé, feita sobre o que se aprende nas Escrituras. Ela é a única atendida por Deus, por isso devemos fazê-la, ainda que já a tenhamos realizado várias vezes em um mesmo dia. Veja: essa oração não é uma repetição daquilo que já falamos em outros momentos, mas, sim, a expressão do em que cremos em nosso coração. Diante dos ataques do mal ou de qualquer oportunidade, o correto é nos lembrarmos do que o Todo-Poderoso fala em Sua Palavra a respeito de determinado assunto e, então, orarmos com determinação. 
A oração da fé para que recebamos as bênçãos varia de acordo com o nosso propósito: se buscamos o batismo no Espírito Santo, não devemos clamar como fazemos quando queremos a cura divina; se desejamos a libertação de um oprimido, também temos de orar de modo diferente do que quando estamos pedimos prosperidade. No entanto, independentemente de qual seja a oração, tem de ser feita sempre com fé, fundamentada na Palavra do Senhor.
A súplica é uma oração menor, a expressão de um desejo. Por exemplo, quando estamos trabalhando ou fazendo outra coisa, e vem ao nosso coração certa pessoa, devemos, no mesmo instante, pedir a ajuda divina, dizendo: “Pai, abençoa Fulano”. A súplica e a oração que prevalecem devem ser feitas no Espírito – de acordo com o entendimento que o Santo Espírito nos dá ou no momento em que sentimos a presença divina, pois, nessa hora, estamos em contato com o Espírito do Senhor. 
Depois de termos orado, é de suma importância vigiarmos com relação àquilo que pedimos. Se clamarmos por algo fora da vontade divina, não seremos atendidos, mas, se orarmos segundo o que nos foi revelado, será impossível o Senhor negar-nos Sua bênção. Na verdade, o inimigo se esforçará a fim de que não recebamos o que o Altíssimo tem para nós, mas, em Cristo, o que nos foi revelado já é nosso! Basta ficarmos vigilantes para que Satanás não use seus subterfúgios e nos roube a vitória. Temos de vigiar com toda perseverança e súplica por todos os santos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário